21 maio 2011

"Para Sempre" 3º Capitulo

Tumblr_limsyvkdcl1qckzpmo1_500_large

Parte 1 |  Parte  2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 | Parte 6 | Parte 7 | Parte 8

Imagine que você sempre teve a certeza que sabia quem era seu grande amor, que você tinha a felicidade em suas mãos e que todas as suas expectativas para o futuro com uma pessoa eram boas. Agora imagine que todas essas certezas desmoronaram, de uma vez, fazendo toda a auto-confiança, simplesmente se acabar. Fazendo com que mude todas as suas perspectivas sobre alguma pessoa. Agora, imagine-se perdido!
Caio estava com raiva! Ele nunca havia pensado que algum dia, aquela garota perfeita, meiga e gentil, o faria sentir algo tão estranho. Geralmente, ele sorria quando a via, sorria quando ouvia sua voz, palpitava mais forte o coração quando sentia o seu cheiro, mas naquele fim de semana, ele sentia remorso quando lembrava que ela havia passado por algum lugar onde ele estava.

Sophia também não estava nada bem, mas ela tinha um defeito, que ainda não comentei, o orgulho. Esse sempre foi o maior problema dela, mas Caio nem ligava para isso, eles quase nunca brigavam, e sempre ele estava errado, sempre ele que pedia desculpas quando brigavam. Isso não era um problema até agora.
O final de semana foi assim: Ligações não atendidas, mensagens não respondidas, quando se falaram por telefone acabavam discutindo mais e mais.
Sophia não respeitava o ciúme de Caio. E Caio estava certo, Sophia teve uma afinidade maior com Bruno, e para ele aquele ciúme não era a toa. Ciúme, para quem sente, nunca é a toa!
_ A gente precisa mesmo conversar!
No domingo, fim de tarde, Sophia rende-se. Chega como quem não quer nada e da o seu discurso 'a lá lição de moral'
_ Sabe Caio, você não tem ideia de como eu tenho medo desse tal ciúme. Sempre foi por causa dele, que outros relacionamentos meus, e de muita gente não deu certo. A verdade é que não quero que nosso namoro  acabe como o da grande maioria.
_ A verdade é que não sou o que grande maioria é, eu sou bem mais do que todos acham que homens deveriam ser.
_ Eu sei é que ... - ela ficou sem palavras.
_ Sophia - ele chegou mais perto, e olhando nos olhos dela acariciou seu rosto. - Quando você vai entender que você é tudo pra mim?
_ Eu não sei, é que, bom você sabe como sou... me desculpe.
_ Eu só queria que você sentisse a mesma coisa que sinto por você. Queria que você me amasse, que sentisse, não que escrevesse em cartões comemorativos. Seja sincera comigo, me diga o que sente.
_ Você é meu porto seguro, sou apaixonada por você. Eu não acredito que te amo, não tenho certeza, ainda.- engasgou.- Mas você sabe que não tem nada a ver com outro...
_ Xiiiu! - interrompeu. - Não precisa dizer mais nada, acho que o que passamos juntos, tudo o que vivemos seria o suficiente pra você me amar mas não, você não irá me amar nunca, preciso aceitar isso, não me acostumar e deixar como esta. Talvez uma facada fosse menos dolorosas do que essas palavras e esse momento... Sophia, eu preciso te deixar. Mas deixo com você tudo o que resta de bom em mim.
Caio deu um beijo na testa de Sophia e virou-se para ir embora. Ele pensou ter a ouvido dizer o nome dele em voz baixa, mas os lábios dela nem se mexiam, assim como todo o resto do corpo dela. Não era o ciúme e nem as brigas tolas que eles tinham, ele a deixou por ela não acreditar no amor que ele sentia.
Sophia ficou parada por dez minutos, não disse nada, não pensou nada. Não o chamou e nem pensou em dizer alguma palavra que o fizesse parar, não pensou em nada para fazê-lo voltar. Sophia, sempre foi sensível, carinhosa e meiga, mas ela nunca havia derramado uma lágrima em nenhum 'Adeus', nem mesmo quando seu avô faleceu, nunca havia chorado por nenhum garoto, e não foram poucos que tentou machuca-lá. Até que sua bochecha direita umedeceu, uma lágrima gelada e dolorosa. Aquela lágrima secou, mas congelou em seu coração. Sophia, não dormiu, não comeu, só pensou. Mas não pensou em Caio ou nas lembranças que ele havia deixado com ela, ficou tentando decifrar o porque daquela lágrima e porque ela havia marcado uma cicatriz tão grande no seu coração.

Continua...

<< Anterior                                                                                                             Próximo >>

17 comentários:

  1. Que lindo O_O
    Como sempre? espero a continuação, ta cada vez mais perfeito ><

    ResponderExcluir
  2. estou adorando!!

    http://nanif-inconstancia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Amei, estou amando essa história.

    Seu Blog é muito lindo amei aqui.
    http://meninas-lindas-cdm.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Quer saber , gabriela vocÊ tá pesquisando sobre mim pra escrever né kkkkkkkkkkkk
    eu me identifiquei muito com a personagem hoje.

    e ok estou indo te linkar la :]

    ResponderExcluir
  5. Estou acompanhando o conto e adorando.
    Esperando continuação...

    ResponderExcluir
  6. Choreeeeeeeeeeei -.-
    Estou adorando (:
    Xoxo.

    exagerodeconsumo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O conto está lindo.
    Parabens !
    Adorei !

    ResponderExcluir
  8. aah, que dóó. eu queria tanto que não brigassem. deveria fazer um livro. (:
    beijos!

    www.mixallof.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que perfeito, estou com lágrimas nos olhos.
    Nossa Gabi, estou anciosa para saber o final. Quando eu começo a ler um livro, conto, poesia ou afins, e o melhor, quando essa obra tem QUALIDADE, eu vou até o fim! E sua historia esta mechendo comigo, e vou ler até saber o finalzinhooo.
    VOCÊ É UMA DIVA!

    BEEEIJAO, http://sentimentopoetico.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. ausuashuahauh , eu adoro ler comentários assim :)
    e que bom saber que com o tempo passou a gostar mesmo do trechy é uma honra saber disso ♥ adoro o cravo também♥

    ResponderExcluir
  11. Oi, tem um selinho para vc, no meu blog
    parabens!!rsrs

    vlw

    ResponderExcluir
  12. Li todos *o* amei (:
    Comento aqui quando posso (ok as vezes eu sinto preguiça)Vou visitar muito mais, beeijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Ah, estou adorando Gabie!
    Estou louca pra ver a continuação. *o*o*

    ResponderExcluir
  14. Meu Deus, que texto mais lindo... As palavras, a forma como ela nos atinge, awn. Amei. Faltei chorar também, ainda mais por me identificar muito com Sophia. Muito bom mesmo *;

    ResponderExcluir
  15. Nossa , fiquei chocada o.o vou denunciar , desse jeito não tem nem conversa!

    ResponderExcluir