10 junho 2013

Texto sem título


Large
Desilusão amarga a vida de uma forma tão cruel, que aos poucos esfria o coração e de um jeitinho acalma alguns sentimentos avassaladores que as vezes tirá nosso sono. Decepção não mata, essa frase clichê todo mundo tem de cor, mas é dessa maneira que aprendemos, que vivemos. Eu lido com a perca desde muito cedo. Perdi entes queridos, perdi oportunidades e perdi alguns medos. Deve ser por isso que tudo fica tão monótono diante de certas decepções e algumas outras percas dolorosas, que aliás, encarei muito bem. É só imaginar uma nova história, e acreditar nela. Não é tão simples, mas vai ver que funciona. É que existem três passagens de tempo que eu não consigo lidar muito bem com elas. O passado,  tem muita coisa que me cativa e emociona, e me intriga ser algo que passou e que não volta. Ahhhh o futuro, esse me dá um frio na barriga, um medo e uma ansiedade estranha. E o presente que é toda essa confusão que estou passando agora pra esse rascunho, toda essa loucura. O passado me atrai, o futuro mais ainda... mas vou ficar com a loucura que o presente esta me proporcionando, porque decepção não mata, mas me deixou em coma, agora é hora de parar de tentar entender, e começar, re-começar a viver. 

Um comentário: