08 outubro 2014

Não aprendi a disfarçar.

Sinto muito, por sentir tanto. Por ser tão vulgar com meus extintos. Por falar de amor o tempo todo, como se eu - e  minha vasta experiência em decepções - tivesse tanta propriedade pra entender sobre essa coisa tão complexa, e ao mesmo tempo tão pura e simples.

Sinto muito por ser tantos problemas, tantos dramas, tantas confusões, tantas atrapalhadas conversas e desabafos. Por ser muitas palavras, mesmo quando não quero dizer nada demais, enquanto você soa tão sucinto dizendo sempre o que eu queria ouvir. 

Sinto muito, é que eu sou muitas. Transbordo, porque não sei mais fazer nada pela metade, não sei amar de menos, falar de menos, gesticular de menos. E em meio a tantas tempestades que eu invento, você é a brisa leve que vem pra me mostrar que a calma ainda existe.   

Eu sinto mesmo. E posso te mostrar o quanto é real, o quanto eu posso ser tudo isso, um exagerado acumulo de sensações, e ainda assim ser de verdade. Eu sinto muito, eu ainda não aprendi a disfarçar.

Um comentário:

  1. Boa noite,
    Como vai?
    Não saber disfarçar as vezes pode ser ruim,mas antes isso do que ser uma pessoa totalmente falsa...
    Excelente texto ^^

    Beijos e se cuida
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir